domingo, 10 de janeiro de 2010

QUINTA DO PORTAL – UM PROJECTO ENOTURISTICO DE ELEIÇÃO


Localizada em Celeirós do Douro, muito perto de Sabrosa, esta Quinta possui actualmente duas unidades de enoturismo, estando já prevista a recuperação de outras pequenas casas espalhadas pelos vinhedos.
A sua principal unidade turística designa-se sugestivamente por Casa das Pipas. Sendo composta por dez quartos expostos a sul, decorados com mobílias de madeira antiga e aos quais foram atribuídos os nomes das castas mais plantadas na Quinta, a Casa das Pipas oferece também um pequeno ginásio, uma biblioteca vínica e um enorme balseiro que irá ser transformado num bar.


Esta simpática casa de turismo rural presenteia ainda os seus visitantes com uma sala de estar muito cosy, com paredes em pedra e uma apetecível lareira e com uma sala de convívio repleta de aconchegantes apontamentos.

Como se não bastasse, todo este espaço de conforto e de prazer está devidamente enquadrado por uma magnífica parede envidraçada que nos permite ter as vinhas e as suas cambiantes cores como horizonte.

A outra unidade que já se encontra em total funcionamento designa-se por Casa do Lagar e mostra-se mais vocacionada para grupos ou famílias numerosas.

Mais pequena mas igualmente acolhedora, esta casa é composta por quatro quartos decorados de uma forma que nos convence e nos convida a ficar.
Segundo Manuel Ferreira, o responsável pelo departamento de enoturismo da Quinta, esta unidade irá em breve possuir ainda um museu dedicado à produção de azeite, produto cuja comercialização também já foi iniciada.

Implementada no cenário imponente do Douro, muito próximo do sumptuoso vale do Rio Pinhão, a Quinta do Portal possuí ainda um agradável restaurante capitaneado pelo chef Milton Ferreira, onde poderão ser saboreadas nobres confecções culinárias, elaboradas a partir e a pensar nos seus principescos néctares locais.

A sua qualidade enoturística é de tal forma digna de registo que já lhe valeu a atribuição, por repetidas três vezes, do prémio nacional de Best Of Wine Tourism!

Tendo sido já aclamada pela revista Forbes como um dos dez melhores destinos de enoturismo do mundo, a Quinta do Portal foi ainda eleita como Winery of The Year 2009 pela prestigiada revista Wine & Spirits.

Esta premiada Quinta representa aquilo a que verdadeiramente se poderá chamar de casa portuguesa, familiar e independente que abraçou com toda a paixão o conceito de Boutique Winery, dedicando-se à produção de vinhos DOC Douro, Vinhos do Porto de categorias especiais e Moscatel.
Nos últimos anos esta empresa familiar investiu cerca de oito milhões de euros na reestruturação das vinhas, na ampliação da adega e na construção de um armazém de envelhecimento de vinhos projectado pelo arquitecto Álvaro Siza Vieira.

Com cerca de 2.500 metros quadrados, esta arrojada superfície veio não só conferir-lhe um maior controlo da humidade e da temperatura como também melhorar significativamente o envelhecimento dos seus vinhos.

Mais do que um armazém de envelhecimento de vinhos esta construção “Sizariana” é seguramente um complemento ao já vasto pólo turístico da Quinta do Portal.

Sendo já uma das empresas de referência da Região Demarcada do Douro e tendo apostado na introdução das mais modernas tecnologias nos processos de vinificação, esta Quinta produtora de vinhos conseguiu alcançar um lugar cimeiro no universo vitivinícola português e ser apreciada quer pelos enófilos mais conhecedores quer pelos mais incautos consumidores.

Hoje as vinhas da Quinta do Portal estendem-se ao longo de 95 hectares, reunindo também as vinhas da Quinta da Abelheira, Quinta do Confradeiro e Quinta dos Muros, num território de extremos como é o Douro e onde o custo de implantação das vinhas chega a ser quatro vezes superior ao do Alentejo.

Para atingir os seus objectivos, enquanto empresa produtora de vinhos, a QUINTA DO PORTAL definiu quatro etapas:

·         Utilizar as principais castas da região, aliadas ao uso das melhores madeiras novas, por forma a conseguir vinhos tintos de qualidade ímpar.
·         Produzir vinhos brancos de qualidade internacional, com base nas castas Malvasia Fina, Moscatel, Viosinho e Gouveio.
·         Recorrer à casta Moscatel Galego das suas vinhas a também à proveniente do planalto a sul de Favaios para produzir vinhos Moscatel de classe mundial e,
  • Para além de continuar a tradição de produzir ilustres Tawnys Velhos, desenvolver também outros estilos de Vinho do Porto, já com considerável reconhecimento internacional.
É na qualidade de apaixonada por vinhos e por tudo aquilo que ao enoturismo diz respeito que vos posso assegurar que uma estadia na Quinta do Portal será certamente uma experiência inesquecível nas vossas vidas, atenta não só a qualidade e consistência do portfólio de vinhos que apresentam, mas também e sobretudo, o cuidado e o carinho com que nos sabem receber.

QUINTA DO PORTAL…simplesmente…UM DESTINO!

7 comentários:

Ana Uva disse...

Gostei muito deste artigo, fiquei curiosa em revisitar a quinta uma vez que estive lá há 2 anos e pelo que li muito já se tem feito...

Concordo com o ambiente acolhedor que descreve, onde o rustico e o moderno coexistem de forma harmoniosa...

Uma lareira muito cosy e também muito concorrida diga-se de passagem!

Obrigada por este bocadinho!

Ana Uva

HENRIQUE disse...

Já tinha ouvido falar deste projecto e conheço alguns dos vinhos mas não sabia que era tão completo.
Vou agendar uma visita a esta quinta.
Muito obrigado pela informação.

Paixão do Vinho disse...

Isto é História, saber contar entrosar ... Olga mais uma vez me fazes sonhar ... Gosto ... Gosto muito ... Adorei!!!

su disse...

Parabéns Olga pela excelente descrição desta Quinta tão simpática e acolhedora.
Vale mesmo uma visita

Estado Liquido - Garrafeira disse...

Excelente artigo.

Parabéns,
Paulo

M.S. disse...

Um local de eleição onde já tive o privilégio de visitar várias vezes!!!

Paulo Coutinho disse...

Bom dia a todos

Pela parte que me toca, fica o meu agradecimento pelas vossas palavras. Já vi que muitos já conhecem a Quinta, mas espero que numa próxima nos possamos conhecer. Fico à espera do vosso contacto. É fácil dar comigo para combinarmos...
Cumprimentos a todos.