segunda-feira, 5 de outubro de 2009

ANETO - PROVA DE ANETOS NA GARRAFEIRA WINE O’CLOCK MATOSINHOS



País: Portugal
Região: Douro
Produtor: Sobredos, Lda
Enólogo: Francisco Montenegro


A prova destes 5 vinhos, cujas minhas impressões pessoais aqui transcrevo, teve lugar no passado dia 2 de Outubro, na garrafeira Wine O'Clock de Matosinhos. 
Esta prova contou com a presença do enólogo e produtor Francisco Montenegro e foi conduzida pelo anfitrião António Nora.


ANETO BRANCO RESERVA 2008
Este vinho foi elaborado tendo por base a casta Sémillon, no Douro mais conhecida por Boal, auxiliada pelo Arinto (30%), casta conhecida pela sua acidez cítrica, pelo Viosinho (20%) e pelo Gouveio (10%).
De cor citrina, apresenta-se muito delicado nos aromas, com as frutas em muito boa forma e as notas de tostados e de alguma baunilha provenientes da madeira onde estagiou, muito bem integradas nas demais.
Na boca revela uma acidez de grande classe, que lhe confere a frescura necessária para amparar o seu peso e volume de álcool.
Um vinho muito bem feito e afinado, com um final longo e persistente.
Um branco para ser bebido durante o ano inteiro.
Teor Álcool: 13%
P.V.P.: +/- € 12,00


ANETO LATE HARVEST 2007
Feito exclusivamente a partir da casta Sémillon, vindimada em inícios de Dezembro, este vinho doce é para mim um dos melhores, senão mesmo o melhor, Late Harvest Português.
Obtido de uvas parcialmente atacadas por “podridão nobre”, também conhecida por botrytis, este colheita tardia foi submetido a um estágio de 18 meses em barricas usadas de carvalho francês para não o marcar em demasia.
Muito carregado na cor, revela um aroma onde estão bem presentes as uvas passas, os frutos secos e notas meladas.
Na boca mostra-se cheio, volumoso e com um carácter muito firme.
Este vinho, onde o perfil Sauternes está bem presente, deve ser servido bem frio, a solo ou na companhia de um belo fois-gras.
Teor Álcool: 11,5%
P.V.P.: +/- € 14,00


ANETO TINTO 2006
De cor vermelha e intensa, este tinto elaborado a partir das castas Touriga Nacional (30%), Touriga Franca (30%), Tinta Roriz (30%) e Tinto Cão (10%), mostra-se bastante elegante nos aromas, com os frutos negros, o cacau e um ligeiro vegetal, bem casados com a baunilha da madeira.
Na boca apresenta um bom volume, com uma óptima acidez e uma agradável frescura.
Com taninos finos e já domesticados este vinho possui um final longo e complexo.
Teor Álcool: 14%
P.V.P.: +/- € 11,00


ANETO TINTO 2007
À semelhança da edição anterior, também este Aneto Tinto resulta de um lote de várias castas, sendo elas Touriga Nacional (30%), Touriga Franca (30%), Tinta Roriz (30%) e Tinto Cão (10%).
No nariz demonstra uma boa complexidade, com um ataque inicial bastante vegetal, logo seguido de frutos maduros, especiarias e um fundo baunilhado resultante do seu estágio na madeira.
Na boca mostra-se volumoso, com uma acidez equilibrada, mas com os seus taninos ainda algo pontiagudos, como que a dizer que ainda se encontra em fase de crescimento e a aconselhar uns meses de estágio em cave.
Teor Álcool: 14%
P.V.P.: +/- € 11,00                                                                                                                                                                                                                                             
ANETO RESERVA TINTO 2007
De cor muito carregada, diria mesmo totalmente opaca, este tinto mostra-se ainda muito reservado nos aromas, embora permita, desde logo, antever uma capacidade de crescimento a grande nível.
Na boca apresenta um bom volume, pleno de frescura e com uma acidez muito bem afinada.
Contudo, as barricas novas onde estagiou estão ainda muito presentes e os seus poderosos taninos revelam-se ainda um pouco agrestes.
Algum tempo de estágio em cave, vai fazer certamente com que este reserva ser torne num vinho memorável.
Teor Álcool: 14%
P.V.P.: +/- € 35,00

2 comentários:

coutinho disse...

Bom minha linda,

Se sei somar,a introdução que fizeste para o Aneto Branco não será a mais correcta já que pelas minhas contas a casta mais presente é o Arinto e não a Semillon...

Beijos e continua com o teu bom trabalho,
HC

Olga Cardoso disse...

O erro está na percentagem de Arinto que é de 30%. Os 40% pertencem à Semillon.

Não sei qual será o problema mas não estou a conseguir editar esta mensagem para alterar a percentagem de arinto.

Estranhamente também desapareceu a nota de prova do Aneto Tinto 2007.

Olga Cardoso